Livro: A primeira vista

Autor: Nicholas Sparks.
ISBN: 978-85-8041-055-6
Editora: Arqueiro.
Páginas: 256.
Ano de lançamento: 2012.
// Skoob // Download //
Sinopse: Jeremy Marsh tinha três certezas: jamais se mudaria de Nova York, não se apaixonaria novamente e nunca teria filhos. Mas agora ele está prestes a se casar com Lexie Darnell e aguarda a chegada da primeira filha, enquanto conduz a reforma de sua nova casa na pequena cidade de Boone Creek, na Carolina do Norte.
Em meio a tantas mudanças, Jeremy luta para reencontrar o equilíbrio pessoal e profissional ao lado da mulher que o fez mudar todos os seus planos. Quando tudo parece estar entrando nos eixos, Jeremy recebe um misterioso e-mail que dá início a uma série de acontecimentos que irão testar a força dessa paixão;
Atormentado pela ideia de estar sendo traído, vivendo uma crise criativa que o impede de trabalhar e angustiado com a gestação complicada de Lexie, ele não poderia imaginar que o pior – e o melhor – ainda estava por vir.
À primeira vista captura toda a incerteza, a tensão e a angústia da vida desse jovem casal, mas também retrata o romantismo, o companheirismo, a descoberta e o amadurecimento que só o verdadeiro amor pode proporcionar.


"Quando as coisas ficam difíceis, você deve lembrar a si mesmo por que você se apaixonou..."

Confesso que me apaixonei por Nicholas Sparks após ler apenas um livro: Querido John. Agora depois de anos tenho finalmente a oportunidade de ler outra obra sua e conferir se a paixão procede ou foi apenas um caso isolado.

Nesta obra vemos um romance meio que "instantâneo" acontecer. Coisas assim assustam as pessoas que não estão diretamente envolvidas e o casal tem problemas devido a intromissões indesejadas mesmo que com a desculpa de "estar apenas tentando ajudar". É uma história encantadora e ao mesmo tempo triste. Nicholas sabe como sustentar um bom drama e nos fazer sentir todas emoções envolvidas.

"Eu diria que quando um não quer dois não brigam. Imagino que os dois estejam certos e que os dois estejam errados. É assim com todas as brigas. As pessoas são o que são, ninguém é perfeito, mas casamento significa formar um time. Vocês vão passar o resto da vida aprendendo um sobre o outro e, de vez em quando, a coisa explode mesmo. Mas a beleza do casamento é que, se você escolheu a pessoa certa, se os dois se amam, sempre encontrarão uma maneira de resolver as questões."

E é claro eu não poderia deixar de chorar. Pois infelizmente o autor tem uma tendência a matar um de seus personagens em seus livros (mas como eu posso afirmar isso apenas no segundo livro minha gente?). Mas não podemo culpa-lo pois a morte faz parte da vida (não, imagina) e um dia todo mundo morre. Acho que isso faz com que suas historias sejam bem próximas da realidade.

"Os homens têm certas necessidades e as mulheres, também, só que elas são de tipos, muitas vezes, deferentes. Já era desse jeito centenas de anos atrás e permanecerá assim, e exatamente como é agora, nos próximos mil. Se vocês entenderem esse fato e se esforçarem para suprir às necessidades um do outro, terão um casamento feliz. E parte dessa atitude positiva, é traduzida em confiança. No final, é simples assim."



Então, espero que apreciem a leitura! Beijos, até mais!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seja bem-vindo(a)!
Estou muito feliz com sua visita.
Ficarei ainda mais feliz com seu comentário.
Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa conhecer também, ok?
Mil beijos e volte sempre! :*

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...